Viver além de si: Fotografia Documental abre 5ª Semana Acadêmica do Curso de Fotografia

Nesta segunda-feira, 5, ocorreu a oficina sobre Fotografia Documental, ministrada pelo fotógrafo de famílias Jonathas Misael. O evento, que contou com a participação de estudantes do curso de Fotografia da Universidade de Santa Cruz dos Sul (Unisc) e da professora Elisangela Rudiger Johann, foi realizado às 14h, na sala 1507, marcando o início da 5ª Semana Acadêmica do Curso de Fotografia.

Primeiramente o oficineiro contou para os acadêmicos que a Fotografia Documental entrou em sua vida devido ao voluntariado e que no início não tinha a pretensão de ganhar muito dinheiro com isso, mas era uma oportunidade de negócio. Misael relatou que adora pessoas, bem como ouvir suas histórias. “Fotografar projetos voluntários deu sentido a isso”, acrescenta.

O convidado falou ainda sobre os projetos sociais liderados por brasileiros que esteve fotografando na África, entre os quais está “As cores do deserto”. Segundo o fotógrafo, não é possível transformar o mundo, mas podemos informar as pessoas com a nossa foto. “Fotografia Documental é viver além de si mesmo. Acontece sempre, em qualquer lugar”, destaca.

Misael deu ainda três dicas importantes para os estudantes. A primeira delas foi: “chegue perto e vá longe”. Ele relatou que a câmera é o escudo, todo o medo precisa ficar atrás dela, e é preciso caminhar um pouco para contar uma história. A segunda dica foi: “não baixe a câmera”, enfatizando que as coisas acontecem quando o fotógrafo relaxa, sendo que o visor é o seu pior inimigo. A terceira e última dica dada aos acadêmicos foi: “capture a essência”, ressaltando  a necessidade de estabelecer um relacionamento real com a história. Para o fotógrafo, “a emoção supera a técnica”.

Por volta das 15h foi realizada uma saída de campo, em que os participantes visitaram uma usina de reciclagem de lixo, a Cooperativa de Catadores e Recicladores de Santa Cruz do Sul (Coomcat). Na ocasião, os alunos conheceram o local e registraram a realidade das pessoas que lá trabalham. As catadoras contaram um pouco de suas histórias e rotinas de trabalho para os estudantes que as fotografaram.

18986361_1549134188472905_1717558344_o
Através da Fotografia Documental, alunos viveram além de si mesmos
18948926_1549134198472904_1162264560_o
Mulheres foram fotografadas pelos estudantes

No local, o oficineiro relatou que na Fotografia Documental não há controle de luz. Ele orientou os alunos a irem longe e aos poucos se aproximarem. Ainda falou sobre a técnica 50/50, segundo a qual é preciso variar 50% para cada lado a fim de que a fotografia fique melhor. Para a aluna do terceiro semestre do curso de Fotografia, Kitwe Narciso, a oficina foi relevante também para ver como as mulheres catadoras de lixo são guerreiras e conscientizar sobre a importância de fazer a coleta seletiva do lixo.

18948783_1549134181806239_1817610422_o
Jonathas Misael deu diversas dicas para os acadêmicos

Texto: Kimberly Lessing

Fotos: Fernanda Pinheiro Souto Oliveira

 

 

0 comentário em “Viver além de si: Fotografia Documental abre 5ª Semana Acadêmica do Curso de Fotografia”

Deixe uma resposta