DaFeira: Na internet, um espaço para compartilhar livros e conhecimento

Por Kethlin Meurer

Você já parou para pensar no quanto a internet tem modificado nossas vidas? A ferramenta trouxe diversas facilidades e, por meio dela, muitos autores têm encontrado uma forma de divulgarem suas obras de arte.

A autora santa-cruzense, Eduarda Bringman, 19 anos, faz uso de redes sociais como Facebook, Instagram e blog pessoal para que mais pessoas conheçam suas produções. O gostinho pela leitura e pelo mundo dos livros começou cedo na vida da escritora e ela confessa que a internet tem sido a sua principal plataforma de divulgação.

Eduarda é autora dos livros Contos Enigmáticos e O Portal de Hades
(Foto: Arquivo Pessoal)

A jovem já é autora de dois livros de ficção do gênero suspense e terror com os títulos Contos Enigmáticos (publicado e lançado em 2015, por meio do Clube de Autores, que é uma editora autoral e independente) e O Portal de Hades (publicado e lançado em 2017, sob selo da Editora Penalux).

Eduarda ressalta que o primeiro livro se trata de uma coletânea de contos curtos de terror e suspense com temas clássicos como palhaços, espíritos, etc, feito por meio de uma pesquisa de seminário que fez com os adolescentes em escolas públicas de Santa Cruz do Sul. Já O Portal de Hades é um romance de narrativa longa, do gênero suspense, sendo o primeiro volume de uma trilogia. Seu enredo é sobre a filha do meio de uma família muito religiosa que busca contato com a irmã falecida por conta de problemas pessoais e, com isso, ela acaba abrindo os seis portais do inferno. “Apesar da temática pesada, ele busca explorar o laço familiar, a redenção e a dor humana”, observa.

IMPORTÂNCIA DA INTERNET

A divulgação e a venda dos livros se dão, normalmente, pela internet, segundo Eduarda. “A maior divulgação física que faço é quando me convidam para ir aos eventos sobre literatura, então sempre levo alguns exemplares para demonstração e comercialização. Estou satisfeita com o alcance que a internet possui”, complementa. A autora destaca que, hoje, os seus livros estão em ótimos canais de venda como Mercado Livre, Walmart e Americanas, além dos sites das editoras e sebos como a Estante Virtual. “A internet é um dos meios mais eficazes de divulgação em geral. O ramo literário é complicado e irrisório. O Brasil carece de incentivo para a profissão. Se a literatura fosse mais valorizada, eu poderia dizer que a internet seria 100% eficaz. No entanto, na situação em que estamos hoje, ela é apenas cerca de 60% eficaz para os escritores de forma genérica”, comenta.

“ÓTIMA FERRAMENTA”

A autora Eduarda dizer ser fã do livro impresso, apesar de reconhecer e entender a importância da internet para o acesso global e para a sustentabilidade do planeta. Ela compra fisicamente todos os livros de literatura, porque gosta de tê-los em mãos. No entanto, os livros que são científicos, referentes à faculdade, procura normalmente na internet. “Eu compro os que eu gosto muito, porque a internet é uma ótima ferramenta de pesquisa e se torna muito mais rentável para o pesquisador. O grande ponto de tudo isso é que a leitura de livros pela internet alcança muito mais pessoas do que apenas o livro físico e não há razão para criticar tal mudança”, destaca.

APOSTA NA TECNOLOGIA

O escritor, palestrante multimídia, professor e atualmente diretor da Metamorfose Cursos e Editora, Marcelo Spalding, também faz uso da internet para divulgação do seu trabalho e obras. Ele é autor dos livros A Liga da Literatura – Imaginação Sem Fim (finalista do prêmio açorianos de literatura); Vencer por Linhas Tortas; As 5 Pontas de uma Estrela; A Cor do Outro e Minicontos. Todas as obras estão disponíveis da internet por meio do site http://www.marcelospalding.com/ e abordam aspectos importantes que podem ser trabalhados em sala de aula, como imaginação, ética, cooperação, amizade, entre outros.

Por reconhecer a importância e influência da internet no mundo da literatura, o autor inclusive fez seu doutorado sobre Literatura e Novas Tecnologias.

Para o profissional, a internet é fundamental na divulgação do trabalho de todo escritor nos dias de hoje: “Acho que de toda a profissão. Mas acredito que o mais interessante, ao se pensar em tecnologia e literatura, seja de que forma a tecnologia modifica a literatura, o livro”.

Deixe uma resposta