Estão abertas as inscrições para o 9º Prêmio CBN de Jornalismo Universitário, concurso que tem como finalidade incentivar e divulgar reportagens de rádio produzidas por estudantes universitários. A edição deste ano possui dois temas para a competição: “Trabalho no século XXI: as profissões do futuro e as novas relações” e “Fake News X Jornalismo Profissional: os possíveis impactos na democracia e nas instituições”.

Realizado pela rádio CBN (antiga Excelsior), São Paulo, essa premiação pretende trazer assuntos pertinentes e levem os acadêmicos participantes a uma reflexão sobre a influência da modernização e das redes no compromisso do jornalismo responsável.

Como já é da conduta da emissora CBN, outro objetivo é descobrir novos talentos e aproximá-los do jornalismo em áudio, sempre tendo em vista que o rádio tem, entre suas principais características, a velocidade e interatividade – o que incentiva os universitários a participar.

Os trabalhos podem ser desenvolvidos de forma individual ou em grupo de até três participantes, mas cada um poderá participar com um trabalho. Não serão aceitas inscrições de uma mesma pessoa de forma individual e em grupo, o que acarretará na desclassificação. Os interessados podem se inscrever até 31 de julho (prazo final), pelo site da CBN. A divulgação do resultado ocorrerá no dia 1º de outubro de 2017.

As inscrições devem ser realizadas diretamente pela internet. A reportagem inscrita deve ser original, ou seja, não pode ter sido veiculada em nenhum outro meio de comunicação, ser de no máximo três minutos, sendo áudio gravado e editado em formato MP3. Os participantes devem seguir os critérios disponíveis no site do veículo, onde podem ser encontrados outros detalhes do edital do 9º Prêmio CBN de Jornalismo Universitário.

Serão três trabalhos selecionados, um considerado o vencedor e os outros dois receberam menção honrosa. O primeiro colocado (ou primeiros colocados, no caso de reportagem em grupo) irá receber um troféu da competição, iPhone 7 plus, certificado de participação e uma viagem a São Paulo para conhecer  o funcionamento da CNB, com despesas e hospedagem pagas. Além disso, o conteúdo premiado será reproduzido na programação da rádio. O segundo e terceiro colocados receberão menção honrosa e terão seus trabalhos veiculados na rádio.

Texto: Paula Schoepf

Imagem: Divulgação