logo image

Tardes de Luz motiva idosos

Idosos em uma das sessões do Tardes de Luz (Foto: Laura Gomes)

Com o objetivo de integrar idosos e motivar seu interesse pelo cinema, passando pelo debate das temáticas das produções exibidas relacionando-as à literatura, a ação de extensão da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) Tardes de Luz: envelhecendo com cinema e literatura realiza mais uma exibição. O filme da vez é a produção nacional Quanto vale ou é por quilo?. Selvino Melchiors, 74 anos, participante do projeto há três anos, acredita que ele contribui para a melhoria da qualidade de vida. “Os benefícios que temos é sempre estar aprendendo. Estou me sentindo muito melhor, pois convivemos com outras pessoas.” A sessão ocorre nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, às 14h, na sala 5328, da Unisc. A entrada é gratuita para maiores de 60 anos.

O longa-metragem brasileiro foi produzido em 2005 e dirigido por Sérgio Bianchi. O roteiro é uma adaptação do conto Pai contra mãe, de Machado de Assis. O enredo mostra a história de duas épocas semelhantes na dinâmica socioeconômica, marcadas pela diferença sociais. O elenco conta com atores como Caio Blat, Caco Ciocler e Leona Cavalli.

O acadêmico e bolsista do projeto, Fabrício Goulart, explica que todos os filmes são escolhidos no começo de cada ano. “Selecionamos os filmes com base em temas que consideramos pertinentes. Ouvimos os idosos, mas não pedimos para eles dicas de filmes. Questionamos os gêneros e assuntos que gostariam de assistir” – explica. Para ele, é gratificante trabalhar com os idosos e dividir a felicidade do momento com eles. “O gostar de trabalhar tem a ver com isso. Em ver algo acontecer, ser útil para eles. É transformador” – afirma.

A sessão não fica só na exibição do filme. Há, também, a discussão sobre o tema principal do filme. Para a professora coordenadora do projeto, Mirela Hoeltz, esse momento de reflexão contribui em relação à linguagem. “Os idosos têm um repertório cultural maior do que os jovens, devido a sua experiência. A geração mais nova só percebe a estética do filme e não a cultura que ele passa” – esclarece.

O Tardes de Luz faz parte do Projeto Avós na Comunicação, do Curso de Comunicação Social da Unisc. A coordenação do projeto também é responsabilidade do professor Hélio Etges. Além do Tardes de Luz, são realizadas oficinas de fotografia e de rádio e a produção do jornal novosvelhos.

 

Texto: Laura Gomes, Lindiara Hagemann e Vanessa Costa

Compartilhe

Comentário

questra Пестюк Чеслав Фанис Джураев Константин Мамчур Станислав Кравцов AGAM Atlantic Global Александр Прочухан Абакумов Андрей